Uma pequena pausa na redação do texto da dissertação para contar um causo que me deixou bem animado ontem.

Assembleia

Nesta quarta-feira, 16 de janeiro, realizamos a primeira assembleia do ano na associação de moradores do conjunto habitacional vila esperança.

Foi muito bacana. Havia alguns moradores que estiveram na primeira diretoria da associação, ainda em 1982.

Foi uma assembleia destinada a alterar alguns pontos do estatuto, a fim de possibilitar que realizemos mais atividades em nossa sede.

Memória

Soube que no início a associação, que hoje é um prédio construído com blocos e telhas de amianto, era um espaço construído em madeira. Que havia um parquinho para as crianças brincarem. E, ainda, que havia uma carteirinha para os associados.

Naqueles anos a vila esperança era o único bairro construído na zona norte de pirassununga. Ficava entre chácaras, sítios e fazendas. O acesso ao centro da cidade era restrito. Assim, a associação cumpria papéis diversos: recreativo, religioso, organizacional (pelo menos).

Hoje

Qual papel pode cumprir a associação hoje? Hoje, quando a zona norte da cidade tem vários outros bairros (cerca de dez), quando as chácaras-sítios-fazendas já não compõem o entorno da vida, quando há uma linha de ônibus específica para o bairro (ainda que a passagem seja um roubo), quando carros e motos estão em muitas casas, quando o poder público já construiu e implementou diversos equipamentos de diversos setores?

Talvez um papel importante seja garantir que esses equipamentos funcionem. Talvez a realização de atividades culturais que estão ausentes da cidade (cineclube, por ex.). Talvez um espaço multimídia em funcionamento nos finais de semana. Talvez mais coisas.

Estamos combinando a realização de uma pesquisa com os moradores da vila para pensar nisso com os pés no chão. Trinta anos se passaram desde a fundação do bairro e todas essas coisas mudaram.

Depois de ter vivido experiências maravilhosas em outras cidades, dá uma alegria danada atuar dentro da associação de moradores do bairro onde minha família vive há cerca de 20 anos!

Que tenhamos mais alegrias e um caminho cheio de vitórias!

Publicação no jornal O Movimento (Pirassununga) no dia 09-01-2013
Publicação no jornal O Movimento (Pirassununga) no dia 09-01-2013

Anúncios