A notícia de que Lula está com câncer afeta todas as pessoas do Brasil e, certamente, muitas mais ao redor do mundo. Aqueles que interagem através das redes sociais, como Facebook e Twitter, estão produzindo diferentes ações e reações a partir delas.

Um grupo de pessoas está veiculando pelo Twitter uma propaganda/campanha que pede a Lula que faça seu tratamento através do SUS. As discussões que tem rolado pedem que Lula seja um exemplo, que ele mesmo mostre que o SUS beira à perfeição, como alguns alegam que teria dito enquanto foi presidente da República.

Estou com o grupo de pessoas que se indigna com essa postura! Alguns são, inclusive, capazes de fornecer argumentos que demonstram a eficiência do trabalho do SUS com relação ao tratamento do câncer. De minha parte, não posso ir além do sentimento de indignação e, por não, de um certo horror que me causa esse tipo de campanha.

Além de ter que lidar com a própria notícia de estar doente, Lula também tem que lidar com essa pressão que o transforma numa espécie de demagogo, hipócrita, e também que o transforma em único responsável pelo estado em que se encontra o SUS nos dias de hoje.

Integro a rede que tenta mandar forças para o Lula combater essa doença e, ao mesmo tempo, integro a rede de usuários do SUS que luta por fortalecê-lo cada vez mais. Penso não existir contradição entre essas coisas e também penso que cada um luta contra essa doença com todas as armas que tem.Abaixo, uma das fotos mais potentes que vi no dia de hoje, veiculada por um amigo por meio do facebook.