Não tenham medo de olhar para os pés e não mais vê-los imundos, apenas marcados pelas correias de suas havainas. Não tenham medo de olhar para os espelhos e não verem barba e/ou cabelos compridos.

Tenham medo apenas do devir-Hardenberg. Começando pelo casamento. Pela necessidade de um carro com ar-condicionado. Pelos planos de saúde e seguros de vida. E, por fim, sem perceber, estar votando nos partidos de direita.

E tenho dito!

Anúncios