Hoje eu estou muito

muito

mas muito mesmo

realmente muito longe de minha potência de vida.

Estar no nível das paixões dá nisso.

Estou terminando o livrinho “Lacan”, de Vladimir Safatle. Difícil. Apenas um comentário introdutório. Porém difícil. Ontem li uma das coisas mais intelectualmente excitantes de minha vida de estudante: sobre o fantasma e a travessia do fantasma (a cura na análise).

Anúncios