KL Jay falando sobre o processo de criação de Nada como um dia após o outro, dos Racionais ÊmiCês

Como se deu o processo de produção de Nada Como um Dia Após o Outro? Como vocês trabalharam juntos no CD?
Parece uma coisa de Deus. Somos diferentes e ao mesmo tempo concordamos e discordamos. Eu preciso do (Mano) Brown, que precisa do (Ice) Blue, que precisa do Edi Rock e assim por diante. Ao mesmo tempo em que somos quatro caras, com comportamentos e atitudes diferentes, combinamos no som, na ideologia. Muita gente especula, fala que o grupo vai acabar. Isso é uma grande mentira, estamos juntos, estamos aprendendo um com o outro. Talvez acabe um dia, talvez seja eterno. É importante ressaltar que temos os pés no chão. Vender 500 mil cópias, um milhão e a crítica elogiar, isso não muda nada, somos ainda quatro caras pretos que querem mudar alguma coisa, e por isso conquistamos o respeito do povo. Cada um faz suas letras e também a produção e vamos nos falando, um mostrando para o outro o que está trabalhando. Cada um tem o seu jeito de produzir e aos poucos vamos montando o trabalho, todos colaborando com os parceiros. Neste processo levamos cerca de um ano entre produção e gravação.

Anúncios